Google

Existe um tipo de moto ideal para você?

por

Comprar uma moto parece ser tarefa fácil, mas não é. A escolha da moto certa exige alguns cuidados básicos para que você não se arrependa depois. Confira algumas dicas que a Convem e a Honda trazem para você não errar na escolha e aproveitar ao máximo esse veículo que já é uma paixão nacional.

Objetivo
Primeiro você precisa definir para qual finalidade a moto vai ser comprada. Se for pra uso diário, vale a pena uma moto mais ágil e econômica. Se for pra usar em finais de semana ou para viagens, por exemplo, vale a pena escolher uma moto um pouco mais potente, com mais recursos.

Altura
A altura da moto deve ser proporcional à sua altura. Se você não conseguir ficar com os dois pés apoiados no chão e contrabalancear a moto, existe uma grande chance de você não aguentá-la e acabar caindo. Da mesma forma, se seus pés ficarem inteiros no chão e seus joelhos dobrados, provavelmente a moto é pequena demais para você.

Peso
Quanto maior o seu peso, maior a potência que a moto precisa ter. Da mesma forma, quanto maior a moto, mais pesada ela é. Então vale a pena escolher a moto do tamanho e peso certo, porque derrubar a moto por você não aguentá-la não é nada legal.

Seu estilo
Seu estilo de direção você descobre com o tempo e a moto deve seguir seu estilo. Quando você descobrir exatamente qual o seu estilo de direção, fica muito mais fácil acertar na escolha da sua moto.

Praticidade
O que significa exatamente uma moto “prática”? Uma série de pequenos detalhes pode transformar uma motocicleta que parecia perfeita em um irritante veículo. Exemplo comum é o mau posicionamento da chave de contato. Antes, era comum motos terem a chave situada sob o tanque, na lateral, posição onde não se via o orifício no qual devia ser inserida a chave. Modelos assim são raríssimos hoje, mas ainda há motos na qual a trava da coluna de direção está dissociada da ignição, e em local de difícil acesso.
Outra chatice de alguns modelos é o cavalete lateral (descanso) mal projetado, que exige ciência e arte na hora de estacionar a moto em ruas íngremes ou com piso irregular. Para quem usa a moto nos congestionamentos, aqueles espelhos retrovisores de formato rebuscado, largos, por vezes lindos e supereficientes, não funcionam. Eles acabam enganchando em qualquer fresta e são, portanto, nada práticos. Há também os compartimentos difíceis de abrir ou de fechar, por exemplo, os bancos. Muitas vezes ferramentas, caixa de fusíveis e até mesmo travas de capacete estão sob o assento, que deveria ser fácil de tirar e colocar no lugar. Porém, alguns modelos pecam pela dificuldade. Perder tempo com isso não é exemplo de praticidade.

Carga
Você vai conseguir levar toda a sua tralha diária em uma mochila nas costas? Muitas motos parecem que nasceram para receber aquele bauzinho na traseira, e inclusive vêm com uma plataforma na qual aplicar o suporte do prático porta-trecos. No entanto, há motos sem o bagageiro e sem área adequada para instalar o baú, exigindo a colocação de um suporte. Não é complicado adicionar essa traquitana, mas é claro que, quanto menos adaptações você fizer, melhor. E lembre-se sempre que peso excessivo colocado na traseira pode afetar de modo significativo a dirigibilidade. Portanto, bom senso em ação. Informe-se sobre quais modelos melhor recebem o baú, e, uma vez instalado, siga as instruções do fabricante de modo rigoroso, obedecendo a capacidade de carga indicada e o limite de peso sugerido. Outra solução para levar carga na moto é amarrar uma bolsa ou mochila na porção do banco destinada ao garupa. Para isso, usar elásticos apropriados ou, melhor ainda, redes elásticas é o ideal. Mas veja bem onde você fixa o gancho, pois há motos que tem pontos de agarre para esses aparatos, outras não. Caso sua carga caia em meio do caos urbano, a chance de recuperar seu material ileso será mínima.

Segurança
A moto ideal, destinada ao uso urbano, não poderá prescindir de sistemas de freios ABS e pneus sem câmara, muito mais seguros. Tratamos desses temas em colunas anteriores. Na hora da escolha, veja o melhor que é possível fazer: na ausência do ABS, descubra se não há uma versão que, ao menos, ofereça a frenagem combinada ou, no mínimo, o bem mais eficaz freio a disco face ao anacrônico tambor na roda dianteira. Não deixe se levar pela errônea impressão de que, pelo fato de rodar na cidade e na maior parte do tempo no trânsito, estes equipamentos destinados a reduzir a velocidade não têm relevância.

Outras dicas: Novos pilotos geralmente ficam confortáveis em motos que vão de 50cc a 100cc. Outros pilotos geralmente ficam confortáveis em motos que vão de 125cc a 400cc. Depois que você souber do seu estilo e nível de conforto, poderá selecionar uma moto ideal. Somente os pilotos avançados conseguem notar uma diferença no desempenho das motos, mas todos podem notar uma diferença no conforto. Alguns pilotos têm um perfil mais estreito, enquanto outros têm um perfil mais amplo. São coisas que os pilotos iniciantes têm de aprender.

O próximo passo para comprar a moto certa é dar uma passada em uma de nossas lojas e ver porquê a Convem é o lugar ideal para você adquirir a sua moto Honda. Temos uma equipe preparada para lhe atender e planos de financiamento com parcelas cabem direitinho no seu bolso e todo suporte Honda que você precisa.

Para saber mais sobre dicas e conteúdos relevantes de produtos e serviços da Convem, acompanhe sempre o nosso blog. Deixe seu comentário, nossa equipe ler todos os comentários e é a partir deles que nós vamos aprendendo sobre qual tipo de conteúdo você quer ver no nosso blog.

Convem – Há mais de 40 anos evoluindo com você.
Av. Comendador Francisco Amorim Leão, 77 – Pinheiro – Maceió – AL
82 2123.3000

Convem

A Convem é uma concessionária autorizada Honda do Brasil sediada em Alagoas. Nosso intuito com esse site é poder te ajudar com toda nossa experiência em motos. Aqui vamos passar para você dicas úteis, informações e passo a passo sobre como cuidar da sua moto, pilotar com segurança, escolher sua moto e muito mais.

Deixe seu comentário aqui